Começando do começo

Sobrevivi! Olá todo mundo, desapareci do blog nessas semanas em função da mudança e adaptação no Reino Unido e ausência de computador, mas já estou de volta pra contar o que aconteceu comigo durante esses dias. Tenho bastante coisa pra falar, mas vamos começar do começo?

downloadResumidamente a viagem foi uma maratona! Havia comprado a passagem XAP-GRU com mais antecedência do que a GRU-LHR. Preferi escolher um horário bem cedo pela manhã, porque assim teria mais flexibilidade na hora da compra do voo internacional, o que me fez ficar vagando pelo aeroporto de Guarulhos o dia inteiro até o embarque para Londres.

A passagem mais barata que encontrei pra vir pra cá, na época, foi pela TAP Portugal. Eu nunca havia feito um voo internacional antes, então não tenho muito parâmetro de comparação pra dizer que o serviço foi bom, mas para mim tudo estava suficientemente bem. O voo atrasou na saída, então fiquei no Brasil um pouco além do planejado, mas conseguimos decolar próximo das 18h com um atraso de 40min. De quebra, nesse tempo que fiquei em solo, encontrei duas CsFers que viriam para Kingston junto comigo. O atraso, no fim das contas, foi proveitoso…

Durante a viagem eu: DORMI. De São Paulo à Londres eu simplesmente só acordei quando sentia cheiro de comida hahahaha, cômico. De quebra, viajei sentada no meio de um PADRE e de BEATAS. Foi tudo muito engraçado, já que aquelas eram as beatas mais puxa-saco de padre que já vi na vida. Ô padre bem tratado…: chocolatinho, barrinha de cereal, balinha… Ainda bem que dormi o resto do tempo. Acordei quando estávamos chegando em Lisboa, pela manhã, para a conexão para Londres, e fiquei por lá por aproximadamente uma hora e meia até embarcar novamente num voo atrasado.

Se eu achava que viajar ao lado daquela gente tinha sido meio estranho, o voo Lisboa-Londres me proporcionou a primeira dor de cabeça em solo ou espaço aéreo Europeu. Uma mãe e seu filho DIEGO (não vou esquecer o nome desta criatura jamais) sentaram ao meu lado, no avião mais apertado que já entrei (imagina quando eu pegar Easyjet…). O GURI SIMPLESMENTE NÃO PAROU DE CHORAR E ESPERNEAR A VIAGEM INTEIRA, me rendendo uma dor de cabeça daquelas,  Crianças amadas né…

Finalmente, próximo das 14h de terça-feira cá estava eu, pisando finalmente em solo britânico. Os guias da Uni nos esperavam em Heathrow para poder nos enviar para nossas casas, e que bom se isso tivesse sido rápido… Rodamos todos os terminais do aeroporto e só chegamos em Clayhill quando o dia estava indo embora.

Apesar de ser uma viagem longa e cansativa não senti cansaço físico nem psicológico durante nem depois dela. Bateu um desesperozinho por me dar conta da distância de casa e daqueles que eu amo e preciso, mas me tranquilizo por saber que essa fase é passageira e que tenho pela minha frente experiências maravilhosas para vivenciar. Então, let’s do it!

Volto logo para falar um pouco sobre a acomodação, o curso e a cidade em si. Até!

ass

Anúncios

2 comentários sobre “Começando do começo

    • Olá Cecília! As coisas andam corridas, a uni suga muito do meu tempo e acabei relaxando um pouco com as postagens… Mas prometo que venho logo pra cá contar da experiência! Beijos e obrigada por acompanhar.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s